Redação | 28 de novembro de 2018 - 13h25

Renovação política: êxito à frente do Procon credencia Marcelo Salomão

Com desempenhos convincentes e resultados expressivos em suas intervenções, alguns dirigentes e gestores da administração publica vêm abrindo espaços nos horizontes da renovação política em Mato Grosso do Sul. Esta é a avaliação de experientes estrategistas e respeitados articuladores políticos que atuam nas disputas eleitorais do Estado, citando entre as lideranças promissoras o nome de Marcelo Salomão, ttular da Superintendência Estadual de Defesa do Consuidor (Pronco-MS).

Se as pesquisas locais e nacionais vêm insistindo em mostrar que a população quer a mudança com renovação, novos modelos de gestão e posturas renovadoras na política e na gestão publica, há dirigentes cuja performance se encaixam com perfeição nesse perfil. É o que ocorre na gestão de Marcelo Salomão à frente do Procon. 

O advogado, professor universitário e estudioso das relações sociais fez com que o órgão deixasse de ser visto como um instrumento de serventia policialesca e passasse a ser tratado com respeito e autoridade pelas partes que geralmente entram em conflito nesse nicho da economia em que fornecedores e consumidores travam disputas diárias no âmbito de suas necessidades. Salomão diz que foi e sempre será um consumidor, mas sem deixar de aproximar as duas pontas do mercado dando igual importância aos dioreitos específicos de cada uma.

CHAMADO DA POLÍTICA - Assim, de simples borracharias a hipermercados, no ambiente nervoso e quase sempre impaciente  constituído por quem compra e quem vende, articulado com a Delegacia do Consumidor e na esteira de eficientes parcerias, o Procon de Mato Grosso do Sul entrou de vez na prateleira das ferramentas indispensáveis para o desenvolvimento humano. Em alguns capítulos da história contemporânea da economia regional, o órgão atau sem acirrar ânimos ou prolongar os conflitos. Trabalha de acordo com as chamadas do consumidor, porém trata cada demanda com o olhar progressista de quem busca no entendimento e no acordo a solução para as diferenças.

Com esse viés, o superintendente conquistou, sem alarde nem auto-promoção, um dos espaços mais destacados na safra de soluções que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) plantou nos canteiros da economia e das relações sociais em Mato Grosso do Sul. Isso justifica a expectativa natural de diversos setores da sociedade - tanto dos consumidores, como dos fornecedores - para que Marcelo Salomão contribua com o aprimoramento político do Estado, disputando cargos eletivos.

Cauteloso, sem falsa modéstia, mas convicto da responsabilidade, ele se concentra na função que lhe foi atribuída e prefere deixar que as conjunturas apontem os desafios em seu caminho. Enquanto isso, cuida com zelo cada vez mais apurado da complexa tarefa de assegurar aos consumidores seus legítimos direitos e estabelecer canais de relação diplomática e resolutiva entre os agentes que do cotidiano mercadológico. Mas há quem aposte que, pelo vitorioso desempenho do Procon-MS, o nome de Marcelo Salomão não deve ficar de fora das próximas disputas eleitorais.  

 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews