Redação | 5 de junho de 2018 - 07h18

PHS perto de conquistar primeiro governo estadual nas urnas

Há 46 dias na condição de governador imterino de Tocantins, por ser o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Mauro Carlesse pode fazer história em sua legenda - o Partido Humanista da Solidariedade (PHS) - como primeiro filiado a conquistar nas urnas o comando de um estado. O desempenho de Carlesse trouxe um ânimo renovado ao PHS, que em outubro vai disputar cargos majoritários em diversos estados.

Domingo passado, com 30,3% dos votos dos tocantinenses, Carlesse saiu na frente para disputar o segundo turno da eleição suplementar. Seu adversário, o segundo colocado, é o senador Vicentinho Alves (PR), que teve 22,2%. Além de Carlesse e Vicentinho, também concorreram Carlos Amastha, do PSB (21,3%); a senadora Kátia Abreu, do PDT (15,5%); Marlon Reis, do Rede Sustentabilidade (9,9%); Marcos de Souza, do PRTB (0,5%); e Mário Lúcio Avelar, do PSOL, cujos votos não foram divulgados porque o registro de sua candidatura ainda está sob pendência processual no TSE. 

O segundo turno será no próximo dia 24 e a posse em nove de julho. O  mandato do eleito vai até 31 de dezembro, apenas 177 dias de governo, mas se quiser poderá concorrer em outubro e tentar a  reeleição. As eleições suplementares no Tocantins foram convocadas depois que o Tribunal Superior Eleitoral cassou os mandatos do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice Cláudia Lélis (PV), condenados em um processo por compra de votos na disputa de 2014. 

Para o dirigente regional do PHS, Emídio Milas, o sucesso da candidatura de Carlesse traz uma nova motivação aos solidaristas de Mato Grosso do Sul. "Nós contamos hoje com um quadro qualificado de lideranças e vamos montar chapa competitiva para as disputas proporcionais. Esse grupo se entusiasma com as perspectivas do PHS aqui no Estado e agora, com a performance eleitoral no Tocantins, a legenda ganha projeção e força em todo o País, porque confirma aos nossos filiados que a cada dia fica ainda mais ampla e consistente a inserção do partido na sociedade", afirmou Milas. 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews