Redação | 26 de novembro de 2018 - 07h41

Caarapó: Nezzi diz ter planejamento para dois anos de superação

No cargo interinamente desde julho, e agora com a titularidade assegurada pelo voto popular neste domingo, o prefeito eleito de Caarapó, André Luiz Nezzi de Carvalho (PDT), afirma estar confiante no planejamento elaborado para os dois anos do mandato que se iniciará em janeiro. Ele avisa, com veemência, que serão dois anos de superação e de retomada efetiva do desenvolvimento.

“É amplo e sólido o respaldo que os caarapoenses oferecem ao nosso programa de governo. E, além disso, conto com a capacidade dos servidores municipais, o apoio da equipe que me dá suporte e o lastro político e institucional do Legislativo, sem prejuízo da independência dos poderes”, argumentou.

Nezzi venceu com folgada vantagem, o ex-prefeito Elzo Cassaro (Avante). Com Leônidas Inácio Moreno de vice, a chapa obteve 10.554 votos (87,95%), contra 1.446 (12,05%) da chapa adversária. As eleições suplementares foram realizadas porque a Justiça cassou por compra de votos o prefeito e o vice eleitos em 2016, Mário Valério e Martin do Posto, ambos do PR.

Sobre o planejamento para os dois anos de mandato como titular, Nezzi explica que para esse período de interinidade - iniciado em 21 de setembro último – fez apenas o que estava dentro dos limites constitucionais e das regras da Lei Orgânica. Explica que respeitou o rito político e institucional e não extrapolou as funções de uma investidura transitória.

Agora, porém, é uma realidade diferente e o prefeito vai operar dois exercícios inteiros (2019 e 2020) dentro de uma conjuntura com maior autonomia.  Terá um orçamento aprovado por vereadores de uma Câmara que ele presidia até assumir a Prefeitura. Com isso, poderá ajustar para os próximos dois anos um panorama orçamentário renovado e com planos inovadores, focalizados nas grandes necessidades locais.

“Podemos elencar como prioridades de ponta a geração de empregos, a capacitação das potencialidades regionais, a valorização do serviço e do servidor publico, o combate ao déficit de moradias, a melhoria no atendimento à saúde, o fortalecimento da agricultura familiar, a modernização e ampliação dos serviços de saúd, o fomento ao agronegócio e investimentos em infraestrutura viária e de abastecimento”, frisou. André Nezzi também quer reforçar a atenção para as demandas dos segmentos mais vulneráveis da população, com os idosos, as crianças, as mulheres e pessoas com deficiência, além das comunidades indígenas.

Entre as primeiras iniciativas depois da eleição, o prefeito vai avistar-se com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) – de quem recebeu um telefonema festejando sua vitória – e os parlamentares estaduais e federais. “A partir da articulação com os vereadores, pretendemos cristalizar os entendimentos com todos os nossos representantes, não importa o partido. É hora de somar forças por Caarapó. Nosso município sempre esteve de portas e corações abertos para todos. E esperamos que nossas reivindicações sejam tratadas da mesma forma”, considerou.

André Nezzy dedicou-se à profissão de jornalista e fez dela um instrumento ativo em favor das causas de Caarapó e da região. Em 2012 candidatou-se a vereador e foi o terceiro mais votado. Em 2016 saiu das urnas reeleito e campeão de votos. Credenciou-se para disputar e ganhar o apoio dos pares, conquistando a presidência da Mesa Diretora da Câmara Municipal.

Em setembro deste ano, pouco mais de 18 meses após terem vencido a eleição, o prefeito Mário Valério e seu vice tiveram seus mandatos cassados pela Justiça, que acatou denúncia do Ministério Publico enquadrando a chapa por compra de votos e abuso de poder econômico.  Nezzi, o presidente da Câmara, ficou como sucessor imediato e assumiu interinamente a Prefeitura enquanto eram marcadas as novas eleições para este domingo, 25.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews