Os três primeiros foram presos durante a operação. O quarto é Cristhiano que está foragido
VIVIANE OLIVEIRA/CG NEWS | 7 de março de 2019 - 08h30

Operação contra facção prende integrantes do “tribunal do crime” no interior de MS

Um dos integrantes que exercia a função de “geral da cidade” havia sido preso por roubo dias antes, na terça-feira (5)

A operação Osíris, deflagrada pela Polícia Civil na tarde de ontem, quarta-feira(6), cumpriu três dos quatro mandados de prisão preventiva contra líderes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), em Naviraí. 

Conforme o site Tá Na Mídia Naviraí, investigações apontaram que os presos são suspeitos de envolvimento em julgamento e execução de pessoas no chamado “tribunal do crime”, furtos de veículos, roubos, tráfico de drogas, sequestro e cárcere privado. Um dos mandados foi cumprido no presídio do município. Um dos integrantes que exercia a função de “geral da cidade” havia sido preso por roubo dias antes, na terça-feira (5). 

Os outros dois mandados foram cumpridos num bairro de Naviraí. Na casa de um dos suspeitos, foram apreendidas várias porções de maconha. O quarto integrante, Cristhiano Moraes dos Santos, 34 anos, conhecido como Xará, não foi localizado. A polícia faz buscas para encontrá-lo. O nome dos três presos não foi divulgado pela polícia.

Cristhiano tem várias passagens pela polícia. Em um dos crimes foi fichado por tentativa de homicídio e por furtar a arma de um policial militar aposentado. Osíris, nome dado a operação, faz referência ao Deus do julgamento na mitologia egípcia.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews