MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
TERO QUEIROZ | 10 de setembro de 2019 - 10h53

Após enterro do irmãozinho de 5 anos, terceira vítima de ultraleve morre na Santa Casa

Essa é terceira vítima de acidente que aconteceu no domingo (08), envolvendo ultraleve, espécie de avião monomotor

Guilherme Santos Fernandes, de 12 anos, morreu após cirurgia na madrugada desta terça-feira (10), na Santa Casa de Campo Grande. A criança é a terceira vítima do acidente de ultraleve ocorrido na tarde do domingo (08), em Ivinhema, interior de Mato Grosso do Sul. 

No dia do acidente morreram, Igor Davi dos Santos Fernandes, irmãozinho de 5 anos de Guilherme e também morreu o delegado aposentado e vereador Messias Furtado de Souza de 55 anos.

A cirurgia de Guilherme para remoção de pele queimada foi realizada ontem (9), logo depois ele foi par ao Centro de Terapia Intensiva, também ontem o irmãozinho de Guilherme era sepultado. 

ULTRALEVE 

As primeiras aeronaves conhecidas por ultraleves surgiram no final dos anos 70 e início dos anos 80, mas o início de sua história recua ao início do século XX, com os primeiros aviões de pioneiros como os irmãos Wright e Santos Dumont, de peso idêntico aos ULMs atuais.

Os praticantes brasileiros apontam como avô dos ultraleves o pequeno avião construído por Santos Dumont em novembro de 1907, o nº 19, apelidado pelos franceses de Demoiselle, devido a sua graciosidade e semelhança com as libélulas. Durante as primeiras experiências, o nº 19 sofreu um acidente, ficando seriamente avariado. Pesando 110 quilos, era uma aeronave com motor de 35 HP e estrutura de bambu.

Foto: Reprodução/Web 

 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews