Notícias ao Minuto/ Reproduzido por Tero Queiroz | 23 de outubro de 2018 - 10h44

Morte foi planejada dias antes e restos mortais foram encontrados no jadim do cônsul saudita

Os restos mortais do jornalista saudita Jamal Khashoggi já teriam sido encontrados

Os restos mortais do jornalista saudita Jamal Khashoggi já teriam sido encontrados. A informação é do Sky News, que cita fontes turcas. Uma fonte ouvida pelo site sugere que os restos mortais do jornalista estariam no próprio jardim do cônsul saudita em Istambul.

Jamal Khashoggi, de 59 anos, era correspondente do Washington Post e crítico do regime saudita. Ele foi filmado por câmeras de segurança entrando no último dia 2 de outubro no consulado saudita de Istambul enquanto sua noiva, uma cidadã turca, aguardava do lado de fora. O jornalista nunca mais foi visto desde então.

Nesta terça-feira (23), o presidente turco declarou perante deputados do país que oficiais sauditas planejaram, com dias de antecedência, a morte do jornalista, o que contraria a versão do regime saudita, que numa primeira fase defendeu que o jornalista teria saído do consulado por conta própria, mais recentemente e já perante críticas da comunidade internacional, admitia a morte do jornalista mas como resultado de "um erro" resultante de uma luta durante um interrogatório.

As autoridades turcas acreditam que uma equipe de oficiais sauditas planejou e conduziu o interrogatório, tortura e morte de Jamal Khashoggi.

O presidente turco ainda declarou que a Turquia não se considera satisfeita com as respostas dadas por Riade até o momento e que esperam que tanto executantes como mandantes do crime sejam levados à justiça.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews