Globo Esporte | 17 de outubro de 2018 - 16h48

São Paulo se preocupa com lado psicológico de Everton, e Aguirre dá folga ao meia no fim de semana

Everton foi liberado pelo técnico Diego Aguirre do tratamento do estiramento na coxa esquerda no último fim de semana. O jogador do São Paulo viajou para o Rio de Janeiro, onde ficou com a família.

Após um debate com o departamento médico, Aguirre optou por dar folga ao atleta. O jogador não tem previsão de volta concreta, e o comandante uruguaio não quer forçar um retorno antes da hora. Paralelamente a isso, o São Paulo ficou para trás na briga pelo título: sete pontos abaixo do líder Palmeiras.

Além disso, há no clube uma preocupação com um possível abatimento de Everton, pois ele sofreu três problemas seguidos na coxa esquerda. O clube dispõe da psicóloga Anahy Couto no dia a dia do CT da Barra Funda.

O São Paulo monitora a recuperação de Everton com exames semanais. O estiramento é uma lesão considerada grave, e a evolução é lenta. Portanto, é possível que o Tricolor não tenha o meia-atacante na maior parte da reta final do Brasileirão. Restam nove jogos.

O histórico de lesões de Everton no Flamengo também contribuiu para este novo estiramento. Antes, ele tinha uma fibrose (cicatrização), fruto de um problema sofrido quando ainda atuava pelo Rubro-Negro.

Sem Everton (lesionado), Anderson Martins e Bruno Peres (suspensos), Aguirre vai mudar o time para enfrentar o Atlético-PR, sábado, no Morumbi. Rodrigo Caio deve entrar no time – e Jean e Liziero devem ser mantidos. O comandante deverá fazer mais trocas além das obrigatórias. Luan, Trellez e Gonzalo Carneiro são candidatos a ganhar chances.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews