Versão para DesktopMS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
Saulo brilhou em 2018
REDAÇÃO | 23 de janeiro de 2020 - 10h51

Jogador da Capital está entre os 35 melhores do poker brasileiro

Jogador de Campo Grande colocou no bolso a quantia de R$ 14 mil e cravou seu nome entre os competidores recreativos

O Mato Grosso do Sul vive uma era especial no poker e, de longe, a melhor em toda sua história na modalidade. Em 2018, Saulo Sabioni, de Campo Grande, se tornou o primeiro jogador do Estado a vencer o ranking do Campeonato Brasileiro de Poker (BSOP).

Além de ter sido o primeiro campeão sul-mato-grossense desse campeonato, que é o maior da América Latina, Sabioni entrou para o livro dos recordes ao se tornar o primeiro jogador a vencer duas vezes uma etapa principal do BSOP.

Em 2019, foi a vez de outros competidores do Mato Grosso do Sul brilharem de maneira consistente por toda a competição. Apesar de nenhum sul-mato-grossense ter disputado ferrenhamente o título do ranking, Saul Steil Jr. e Signei Carlos Bandeira ficaram entre os 35 melhores do circuito.

A temporada do Campeonato Brasileiro de Poker terminou no início deste mês em uma etapa realizada em São Paulo, no luxuoso Sheraton WTC. O evento de sucesso reuniu milhares de jogadores e colocou ponto final em um campeonato que teve sete etapas disputadas entre janeiro até dezembro.

Enquanto os organizadores do BSOP já pensam na próxima temporada, é hora de fazer uma retrospectiva sobre a participação dos melhores jogadores sul-mato-grossenses em 2019.

SAUL STEIL JR. (28º LUGAR)

Foto: Andre Barreto por Pixabay 

Terminar com a 28ª colocação do campeonato parece algo não muito expressivo, mas no poker se trata de uma excelente posição em um circuito tão competitivo como o Campeonato Brasileiro de Poker.

Só neste ano, milhares de competidores participaram dos torneios durante as sete etapas e o ranking do circuito contabiliza mais de dois mil jogadores que conseguiram pontuar em 2019.

Portanto, terminar entre os 30 primeiros de um circuito tão disputado e prestigiado assim é um excelente feito e, sem dúvida, um dos mais impressionantes da carreira de Saul.

Saul é um jogador que tem disputado os torneios do BSOP com frequência desde o ano passado e vem conseguindo bons resultados de maneira consistente.

Nas sete etapas que foram realizadas neste ano, o jogador pontuou em cinco delas — Puerto Iguazú (1ª), São Paulo (2ª. 5ª e 7ª) e Salvador (3ª). De todas elas, o destaque fica para o título na modalidade Omaha, quando ele venceu um torneio dessa modalidade realizado na capital paulista.

Indo na contramão da tendência do poker atual, Saul é focado em competições ao vivo e não é muito especialista no poker online. O jogador tem Saulo Sabioni como uma de suas maiores inspirações.

“O Saulo [Sabioni], é da mesma cidade que eu, Campo Grande. Depois que eu fui campeão estadual, me incentivou muito para vir aqui, parece que está dando certo, não posso reclamar”, afirmou o competidor após vencer a etapa do Campeonato Brasileiro na modalidade Omaha.

Ao conquistar esse título, o jogador de Campo Grande colocou no bolso a quantia de R$ 14 mil e cravou seu nome entre os competidores recreativos mais promissores do país.

Após o evento, o jogador elogiou a estrutura do Campeonato Brasileiro de Poker: “O circuito não é o maior do continente atoa. Os organizadores estão de parabéns, ficou muito melhor essa nova estrutura do classificatório”.

Esse título em São Paulo, porém, não foi o maior resultado do jogador na temporada. Na primeira etapa do ano, Saul brilhou em um evento realizado em Puerto Iguazú. Na ocasião, em um evento de Texas Hold’em, ele ficou com a terceira colocação entre mais de 400 participantes do torneio para somar 360 de seus 1090 pontos na temporada.

Em termos de ranking, Saul também ficou bem colocado na modalidade Omaha. Ao somar 260 pontos nessa variante (o campeão teve 1114), o sul-mato-grossense terminou a temporada com a 36º colocação nesse ranking.

Versátil e com boas participações na maior competição de poker da América Latina, Saul é um jogador para ficar de olho em 2020.

SIGNEI CARLOS BANDEIRA (31º LUGAR)

Jogador mais experiente do que Saul, Signei Bandeira já está no cenário do poker brasileiro há aproximadamente 10 anos. Já veterano em competições do circuito mais importante da modalidade no país, ele é um velho conhecido do esporte.

Assim como Saul, Signei conquistou o título de um torneio do circuito e fez bonito com muita consistência ao longo de toda temporada com participação positiva em muitas etapas.

No geral, ele pontuou em três etapas diferentes, sendo elas São Paulo (2ª e 7ª) e Rio Quente (4ª). O título do jogador no circuito deste ano veio em um evento do BSOP Millions (último da temporada) em que ele somou 350 pontos.

“Eu já fiz algumas retas finais, já tenho três troféus, mas cada um que conquistamos é um espetáculo, maravilhoso, muito bom mesmo. ITM é bom, mesa final é ótimo e troféu, ainda mais de campeão, é sensacional”, comemorou após o título.

A vitória trouxe ao jogador a quantia de R$ 24 mil. Jogador de Água Clara, ele vem em uma das melhores fases de sua longa carreira na modalidade.

“Eu estava focado no título, jogando para ganhar. O que eu fiz foi jogar valor e quando vinha, tinha que ser shovando. Acabei acertando nos shoves e ganhando as mãos”, completou Signei em entrevista ao site Superpoker.

CAMPEÃO EM 2018, SABIONI NÃO DISPUTOU MUITOS EVENTOS NESTE ANO

De Campo Grande, Sabioni ficou longe de repetir o incrível feito do ano passado, quando foi campeão do ranking. Desta vez, o jogador disputou apenas algumas etapas e terminou na 121ª colocação geral.

O grande destaque de Sabioni na temporada do Campeonato Brasileiro de Poker deste ano fica para uma terceira colocação conquistada em uma etapa em Puerto Iguazú.

 

 
Subir ao TopoSubir ao TopoVoltarVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews