MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
Policiais civis apresentam no Rio de Janeiro (RJ) um arsenal de armas desmontadas encontrada numa casa no Méier, que pertencem ao ex policial Ronnie Lessa
MARIA INEZ MAGALHÃES | 15 de março de 2019 - 14h21

Suspeito de matar Marielle depositou R$ 100 mil na própria conta, diz Coaf

Ronnie Lessa, apontado como o executor de Marielle Franco e Anderson Gomes

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) identificou um depósito de R$ 100 mil, em dinheiro, na conta do PM reformado Ronnie Lessa, feito na boca do caixa, por ele mesmo, no dia 9 de outubro de 2018. Segundo a Polícia Civil, a quantia foi depositada em uma agência bancária na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Lessa e o ex-PM Élcio Queiroz estão presos acusados de matar a vereadora Marielle Franco e o motorista dela Anderson Gomes há um ano. Eles devem ficar em silêncio em depoimento previsto para esta sexta-feira.

A Delegacia de Homicídios (DH) está investigando a movimentação financeira não só do PM mas, também, de possíveis laranjas que tenham movimentado dinheiro para Lessa. O Ministério Público recebeu o relatório do Coaf e pediu o bloqueio dos bens de Lessa e Élcio para garantir a indenização por danos morais e materiais às famílias da vereadora e do motorista.

O pedido, aceito pela justiça, foi feito no momento em que o MP ofereceu a denúncia contra os acusados.

 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews