MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
O ex-deputado estadual José Riva (sem partido)
REDAÇÃO, COM FOLHA MAX | 8 de outubro de 2019 - 10h44

Deputado revela que pagou R$ 175,7 milhões para comandar a Assembleia por 20 anos

Ex-deputado detalhou quanto custou cada mandato a frente da Mesa Diretora do legislativo

Deputados estaduais que passaram pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) são apontados como recebedores de R$ 175,7 milhões em propinas pagas ao longo de 20 anos de um ex-deputado que tentou se manter a frente do Poder Legislativo Estadual do estado vizinho.  

A informação foi retirada da proposta de colaboração premiada apresentada pelo ex-deputado estadual José Riva (sem partido), que vem tentando fazer acordo com o Ministério Público do Estado (MP-MT). Segundo Riva, ao menos 38 parlamentares e ex-parlamentares do legislativo mato-grossense se beneficiaram com os recursos ilícitos ao longo de duas décadas.  

A petição, assinada pelos advogados do ex-deputado estadual em 27 de março de 2019, aponta que ao longo de pelo menos 18 anos (1997-2015), a eleição da Mesa Diretoria foi “irrigada” por um esquema de propinas milionário. Os cargos de presidente e 1º secretário do órgão são estratégicos do ponto de vista político e econômico em nível estadual uma vez que os parlamentares que ocupam esses postos controlam a pauta do Poder Legislativo.

Na legislatura 1997-1999, de acordo com José Riva, foram gastos R$ 2 milhões para a compra dos votos dos parlamentares, que teriam recebido entre R$ 150 mil e R$ 200 mil. Na ocasião, Riva foi eleito presidente e Romoaldo Júnior o 1º secretário do Poder Legislativo.

Porém, conforme o pedido de colaboração premiada, a legislatura que mais “rendeu” aos deputados estaduais foi a de 2013 e 2015. Segundo José Riva, em torno de R$ 10 milhões foram gastos para a compra da eleição. Cada parlamentar teria recebido entre R$ 400 mil e R$ 800 mil. A disputa foi vencida por Riva (presidente) e Mauro Savi (1º secretário).

Confira abaixo a lista dos deputados e os recursos que teriam sido empregados para a eleição da Mesa Diretora entre os anos de 1997 e 2015.

MESA DIRETORA – 1997/1999

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Romoaldo Júnior (1º secretário)

MONTANTE: R$ 2 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: R$ 150 mil e R$ 200 mil.

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Eliene Lima, Paulo Moura, Dito Pinto, Amador Tut, Manoel do Presidente (Manoel Ferreira de Andrade), Jorge Abreu, Ricarte de Freitas, Emanuel Pinheiro, Zilda Pereira Leite, Moisés Feltrin e Nico Baracat.

 

MESA DIRETORA – 1999/2001

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Humberto Bosaipo (1º secretário)

MONTANTE: R$ 3 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: Entre R$ 200 mil e R$ 250 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Eliene Lima, Pedro Satélite, José Carlos de Freitas, Nico Baracat, Joaquin Sucena Rasga, Amador Tut, Emanuel Pinheiro, Gonçalo Domingos de Campos Neto, Dito Pinto, Alencar Soares e Carlão Nascimento.

 

MESA DIRETORA – 2001/2003

VENCEDORES: Humberto Bosaipo (presidente) e José Riva (1º secretário)

MONTANTE: R$ 3 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: Entre R$ 200 mil e R$ 250 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Eliene Lima, Pedro Satélite, José Carlos de Freitas, Nico Baracat, Joaquin Sucena, Amador Tut, Emanuel Pinheiro, Campos Neto, Dito Pinto, Carlos Carlão Nascimento e Alencar Soares.

 

MESA DIRETORA – 2003/2005

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Silval Barbosa (1º secretário)

MONTANTE: R$ 3 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: Entre R$ 200 mil e R$ 250 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Alencar Soares, Carlão Nascimento, Dilceu Dal’Bosco, Pedro Satélite, Nataniel de Jesus, Campos Neto, Joaquim Sucena, João Malheiros, Eliene Lima, José Carlos de Freitas, Sebastião Rezende, Sérgio Ricardo e Mauro Savi.

 

MESA DIRETORA – 2005/2007

VENCEDORES: Silval Barbosa (presidente) e José Riva (1º secretário)

MONTANTE: R$ 4 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: R$ 250 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Alencar Soares, Carlão Nascimento, Dilceu Dal’Bosco, Pedro Satélite, Nataniel de Jesus, Campos Neto, Joaquim Sucena, João Malheiros, Eliene Lima, Mauro Savi, Sergio Ricardo, José Carlos de Freitas e Sebastião Rezende

 

MESA DIRETORA – 2007/2009

VENCEDORES: Sérgio Ricardo (presidente) e José Riva (1º secretário)

MONTANTE: R$ 4 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: R$ 250 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Dilceu Dal’Bosco, Walter Rabelo, João Malheiros, Chica Nunes, Ademir Brunetto, Guilherme Maluf, Adalto de Freitas, Humberto Bosaipo, José Domingos Fraga, Wallace Guimarães, Mauro Savi, Sebastião Rezende, Airton Português, Campos Neto e Chico Galindo.

 

MESA DIRETORA – 2009/2011

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Sérgio Ricardo (1º secretário)

MONTANTE: R$ 4 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: Entre R$ 300 mil e R$ 350 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Guilherme Maluf, Chica Nunes, Adalto de Freitas, Dilceu Dal’Bosco, Wagner Ramos, Zé Domingos Fraga, Wallace Guimarães, João Malheiros, Mauro Savi, Sebastião Rezende, Ademir Brunetto, e Chico Galindo.

 

MESA DIRETORA – 2011/2013

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Sérgio Ricardo (1º secretário)

MONTANTE: R$ 5 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: R$ 400 mil

DEPUTADOS BENEFICIADOS: Ezequiel Fonseca, João Malheiros, Sebastião Rezende, Wagner Ramos, Baiano Filho, Nilson Santos, Wallace Guimarães, Walter Rabello, Dilmar Dal’Bosco, Zé Domingos Fraga, Guilherme Maluf e Ademir Brunetto.

 

MESA DIRETORA – 2013/2015

VENCEDORES: José Riva (presidente) e Mauro Savi (1º secretário)

MONTANTE: R$ 10 milhões

VALOR PAGO A CADA DEPUTADO: R$ 800 mil aos deputados Ezequiel Fonseca, Ademir Brunetto, Guilherme Maluf, Wagner Ramos, Wallace, Guimarães, Walter Rabello. Zé Domingos Fraga e Antônio Azambuja) e entre R$ 400 mil e R$ 500 mil a Sebastião Rezende, Baiano Filho, Nilson Santos, Airton Poruguês, Luiz Marinho, João Malheiros e Dilmar Dal’Bosco. 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews