Tero Queiroz | 9 de novembro de 2018 - 11h10

Homens são presos e autuados por armazenar e vender combustível de forma ilegal

Os dois jovens de 21 e 23 anos, foram preso em Cassilândia pela Polícia Militar Ambiental (PMA), por armazenar e comercializar combustível de forma ilegal, colocando em risco não apenas o meio-ambiente, mas consumidores e vizinhos. 

De acordo com a PMA, tanto o armazenamento quanto o comércio, era feito num lava-rápido, e continha 400 litros do produto, que estava em diversos tambores, e uma bomba de posto de gasolina, usada para abastecer veículos.

O combustível e a bomba foram apreendidos.

Os autuados, residentes em Cassilândia, foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil da cidade, juntamente os materiais apreendidos pela Polícia Militar.

Os infratores responderão por crime ambiental de armazenamento e comércio de substância perigosa sem a licença ambiental. A pena é de um a quatro anos de prisão.

A PMA aplicou  multa de R$ 1 mil para cada autuado.

 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews