Página Brazil/ Reproduzido por Tero Queiroz | 1 de agosto de 2018 - 08h55

Homem que roubou e matou o patrão a pauladas é preso após tentar enganar a polícia

"Segundo o acusado que confessou o crime; matou por dívida"

O jovem Luiz Gustavo Merlo, de 25 anos, foi preso na tarde de ontem, terça-feira, dia 31 de julho, um dia após ter matado o patrão, Roosevelt Gonçalves Serejo, de 69 anos, com uma paulada na cabeça. O crime aconteceu na última segunda-feira (30) na Chácara Carandá, na região conhecida como Codrasa, em Ladário, cidade localizada na região de fronteira com a Bolívia.

Na segunda-feira,o jovem teria dito que encontrou a vítima, caída em sua residência, depois que ele não atendeu a seu chamado. Mas ao ser preso ele admitiu que teria matado o patrão por conta de uma dívida que Roosevelt teria com ele.

Para disfarçar o crime, Luiz entrou em contato com os vizinhos que acionaram a Polícia. A Perícia foi até o local e encaminhou o corpo para o IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal) para exames, mas, já durante as investigações os agentes passaram a suspeitar do rapaz.

Luiz então foi seguido até a residência dele, onde a equipe encontrou objetos que seriam da vítima como televisão, frigobar e um aparelho de som. Conforme o site Diário Corumbaense, até o veículo Volkswagen Gol, que era do idoso, foi localizado em uma oficina em Corumbá. O proprietário do estabelecimento confirmou que o carro foi levado por Luiz.

Na delegacia, o suspeito confessou o crime e disse que usou um pedaço de madeira para golpear a cabeça da vítima, antes de lhe roubar. Os pertences da vítima, uma espingarda calibre 22 e até o pedaço de madeira usado no crime também foram apreendidos pela polícia.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews