Diário Corumbaense | 12 de março de 2018 - 16h31

Acusado de duplo homicídio diz que "brincadeira" motivou discussão e morte de irmãos

A Polícia Civil de Corumbá vai indiciar por duplo homicídio qualificado por motivo fútil, cuja pena varia de 12 a 30 anos de prisão, Paulo Rogério da Silva, de 31 anos, e João Pedro Mercado, de 24 anos. Ambos são acusados de matar a facadas e a tiros, os irmãos Wilson Ribeiro, de 49 anos, e Johnny Ribeiro Salas, de 46 anos.

O crime aconteceu na madrugada de domingo, 11 de março, na rua Marechal Floriano, bairro Nova Corumbá, em frente a escola municipal Cássio Leite de Barros. Os quatro tiveram um desentendimento em uma saltenharia localizada na rua Vinte e Um de Setembro, de propriedade da família de Wilson e Johnny. Paulo e João Pedro, que também são irmãos, faziam um lanche no local, quando houve uma brincadeira relacionada a troco que acabou em discussão e ameaça.Diário Corumbaense. Paulo Rogério, que foi baleado  e levou golpes de faca durante o confronto com os irmãos, ainda não foi interrogado porque está internado no Hospital de Corumbá, sob custódia da Polícia Militar. Ele também vai ser indiciado por receptação porque o revólver calibre 38 que estava em sua posse, tem registro de roubo em 2008, na cidade de Campo Grande.

Há uma versão extraoficial que durante a confusão na saltenharia, um deles teria dado um tapa na mãe de Wilson e Johnny e que isso motivou os dois a irem atrás de Paulo e João Pedro. "O caso está agora sob responsabilidade do Cartório de Homicídios, que vai prosseguir com as investigações e ouvir testemunhas sobre essa versão", concluiu o delegado.  

O confronto

As informações são de que depois da discussão entre os envolvidos, Paulo Rogério teria ido até sua casa e retornado armado de revólver. Uma nova discussão se iniciou, Paulo teria sacado a arma, fez ameaças e depois foi embora em companhia de João Pedro. No entanto, Wilson e Johnny, também armados, seguiram a dupla em um carro, um Ônix branco, até onde ocorreu o confronto, no bairro Nova Corumbá. Com uma faca, Wilson teria desferido golpes em Paulo Rogério, mas João Pedro tomou a faca dele e também o golpeou várias vezes.

Johnny, ainda de dentro do carro, teria feito disparos contra João Pedro, atingindo-o no braço e na barriga de raspão. Em seguida, Paulo Rogério trocou tiros com Johnny e ambos foram baleados. João Pedro teria então, tirado Johnny do carro, dado vários chutes nele e o atropelou com o Ônix.A Polícia Militar, a Guarda Municipal, o Samu e o Corpo de Bombeiros foram acionados, mas quando chegaram no local, os irmãos Wilson e Johnny já estavam mortos. Após o confronto, Paulo Rogério e João Pedro, guardaram as armas em uma casa e foram até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da parte alta, buscar atendimento médico. Paulo Rogério foi levado para a Santa Casa de Corumbá, onde passou por cirurgia e ficou sob custódia policial enquanto João Pedro, após ser medicado, foi preso e levado para a Delegacia de Polícia Civil.

Duas armas de fogo utilizadas no confronto foram apreendidas pela Polícia Militar.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews