Danúbia Burema | 12 de fevereiro de 2018 - 08h24

Núcleo Industrial Indubrasil ganha nova pista de acesso com obra do Governo

Intervenção integra amplo projeto de revitalização que abrange 48 mil m² e está em execução com recursos estaduais de R$ 6,6 milhões.

O Núcleo Industrial Indubrasil, em Campo Grande, ganhou nova pista de acesso incluída nas obras de revitalização que estão sendo executadas pelo Governo do Estado com recursos de R$ 6,6 milhões. Pavimentada e com sistema de drenagem, ela inicia no anel viário da BR-262 e segue até o ponto onde estão instaladas as indústrias, interligando com as vias do bairro que também passam por processo de revitalização.

Denominada rua Principal Número Um, ela aparecia nos mapas contendo pistas nos dois sentidos, mas na prática possuía somente uma o que fazia com que os motoristas tivessem que utilizar a contramão. Com o peso dos caminhões e a falta de manutenção, a via vinha apresentando condições precárias de tráfego.

Já em funcionamento para receber os caminhões de grãos agora no período da safra, a rua está pavimentada no sentido rodovia-núcleo, com meio-fio pronto e já é aprovada por quem antes tinha de desviar pelo anel viário na tentativa de escapar do trânsito lento.

Caminho mais seguro

“Ano passado não dava nem para passar aqui por causa dos buracos no asfalto e a avenida do outro lado não existia. Com a obra do Governo melhorou bastante o acesso, aqui é bem mais seguro”, contou Ulisses Troche Nicolau, 45, prestador de serviço da ADM, e que tinha de desviar o trajeto.

Ele conta que no período da safra, cerca de 60 caminhões passam pelo trecho diariamente, o que dificultava a passagem com uma só pista estreita dividida nos dois sentidos. Além da segurança e dos benefícios para o escoamento, Ulisses ressalta que a pavimentação resolveu os problemas de atoleiro e barro na avenida no período da chuva.

Recuperação

Além da construção do novo acesso, a pista já existente está passando por processo de recuperação com

 

remoção do asfalto antigo, preparação do terreno com compactação e aplicação de três camadas de materiais que incluem mistura de cascalho e arenito e, por fim, o asfalto.

Outras vias do entorno também estão em processo de revitalização, melhorando tanto o acesso dos caminhões quanto a entrada do Núcleo pelo bairro Manoel Secco Thomé.

As melhorias têm animado os moradores do núcleo e bairros vizinhos. Eles revelam que estavam esquecidos há décadas, antes do início dos trabalhos e, agora, com as benfeitorias já vislumbram o desenvolvimento da região.

Retorno dos impostos

Os investimentos na revitalização do Núcleo Industrial são estaduais oriundos do Fundo de Apoio à

Industrialização (FAI), que foi incorporado ao Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado (Fadefe) – administrado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

Empresários, produtores e indústrias que recebem incentivos fiscais do Estado contribuem com alíquota de 2% para o fundo e esse recurso tem sido revertido em obras de infraestrutura que estão beneficiando os empreendimentos e impulsionando a geração de empregos. Além da Capital, o Estado tem revitalizado núcleos industriais com localizações estratégicas para desenvolver a economia de Mato Grosso do Sul.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews