Tero Queiroz | 10 de janeiro de 2018 - 11h14

Novo cálculo da taxa do lixo pode ser feito após reunião na câmara nesta quarta-feira

"Prefeitura já arrecadou R$ 95 milhões"

A prefeitura de Campo Grande arrecadou até esta quarta-feira (10) o montante de  R$ 95 milhões a título do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de 2018, conforme o secretário de Finanças, Pedro Pedrossian Neto. O montante representa pouco mais que a metade da arrecadação esperada.

Deste total, R$ 13 milhões referem-se à taxa de lixo, imposto que tem rendido reclamação dos contribuintes. O prazo para pagamento do tributo com desconto de 20% termina hoje, a princípio. No entanto, prefeitura e Câmara avaliam a possibilidade de estender o prazo em um reunião, que acontecerá na tarde desta quarta-feira.

Em dezembro, o Executivo municipal afirmou estimativa de arrecadação de R$ 180 milhões com o IPTU este ano. O valor é 5% maior que o montante de 2017, de R$ 171,7 milhões.

Reclamações

O imposto tem gerado muita reclamação, principalmente no que se refere ao valor da cobrança de taxa de lixo. Diante dos protestos, a prefeitura desmembrou os dois tributos, jogando a taxa para março.

Mesmo assim, a insatisfação continua, já que, entre os pontos apontados pela população, tem contribuinte que era isento do IPTU, mas recebeu a cobrança este ano e quem teve o valor do tributo dobrado. 

Além disso, a fila na Central do Cidadão, no Paço Municipal, continua grande hoje, formada por pessoas em busca de tirar dúvidas sobre seu imposto.

Agora, a prefeitura estuda uma forma de resolver a situação. Uma reunião às 16 horas na Câmara Municipal - que aprovou a taxa de lixo - será feita entre representantes do município e a casa de leis. Eles vão avaliar a prorrogação do período de pagamento e possíveis alterações do cálculo do tributo.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews