Deputada estadual Dani Monteiro
O DIA | 5 de fevereiro de 2019 - 07h30

Deputada do Psol sofre ameaças em seu primeiro dia na Alerj

arlamentar é do mesmo partido da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018.
Crime fará 11 meses sem respostas no dia 14 de fevereiro

A deputada estadual Dani Monteiro (Psol) foi ameaçada em seu primeiro dia como parlamentar na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), na sexta-feira. Após tomar posse, ao voltar para o carro, que estava estacionado no espaço de vagas oficiais do Palácio Tiradentes, o vidro traseiro do veículo trazia pichações amedrontadoras. O conteúdo não foi revelado pela parlamentar, que publicou um texto no Facebook sobre o ocorrido.

De acordo com a deputada, que está em seu primeiro mandato, o caso foi registrado na polícia e a Segurança e a Presidência da Casa foram informadas sobre o ocorrido. "Esse tipo de situação é sintoma da fragilidade do nosso sistema democrático, intoxicado por práticas criminosas e silenciadoras. Não nos intimidaremos!", disse ela sobre o episódio. 

Dani também comentou as medidas de segurança que parlamentares do partido adotam. "Dentro dos limites do possível, temos uma política e protocolos de segurança bem delimitados pelas equipes das deputadas da bancada do Psol, pelo próprio partido e pela Alerj. Segurança em primeiro lugar". 

Dani Monteiro é do mesmo partido da vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018. Na ocasião, o motorista Anderson Gomes também foi atingido e morreu. O crime fará 11 meses sem respostas no dia 14 deste mês. 

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews