MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
Bebê teve que er transferido às pressas para o cento cirúrgico do Hospital Miguel Couto
Por Bom Dia Rio | 9 de agosto de 2019 - 09h21

Bebê é internado em hospital com traumatismo craniano, hematomas e queimaduras de cigarro

Criança de 9 meses teve que entrar às pressas em centro cirúrgico na Zona Sul do Rio por causa de graves lesões na cabeça. Mãe alegou que bebê foi espancado pela cuidadora.

A polícia está investigando um caso de violência contra uma bebê de apenas nove meses, que deu entrada no Hospital Lourenço Jorge com traumatismo craniano e queimaduras de cigarro pelo corpo. O caso está na 16ª DP (Barra da Tijuca).

Os funcionários que fizeram o atendimento ficaram em choque quando viram o estado em que o bebê chegou à unidade. Ele foi levado pela própria mãe até a emergência.

A equipe médica chamou a Polícia Militar. O bebê estava com muitos hematomas, queimaduras de cigarro e, o mais grave, traumatismo craniano. Os médicos também disseram que encontraram sinais de fraturas antigas pelo corpo do menino.

A criança foi transferida às pressas numa UTI Móvel até o hospital Miguel Couto e teve que entrar no centro cirúrgico por causa das graves lesões na cabeça.

A mãe passou a madrugada prestando depoimento na delegacia e disse que o bebê foi espancado pela cuidadora e que alguns ferimentos aconteceram durante uma tentativa de socorro quando a criança engasgou.

Ela contou que é moradora do Complexo do Alemão, na Zona Norte, e trabalha como vendedora. O conselho tutelar está acompanhando o caso.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews