MS Notícias - Sua Refência em Jornalismo no MS
REDAÇÃO | 12 de junho de 2019 - 16h58

Prefeitura de Corumbá desembolsa quase R$ 770 mil com refeição em eventos

O resultado do certame licitatório do Pregão Presencial 038/2019, relativo ao processo 11.259, no qual a Fundação Municipal da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá contrata por R$ 769.400,00 a Malo Alimentação e Serviços Ltda, engrossa a relação de atos que geram questionamentos e até suspeitas sobre a administração do prefeito Marcelo Iunes (PSDB).

O resultado da licitação foi publicado no dia 10 deste mês com assinatura do pregoeiro oficial, Wesllen Strauss Leandro Gomes, que cumpriu apenas sua atribuição técnica. O que intriga é o valor de recursos públicos que a Prefeitura desembolsa para, conforme o edital, comprar alimentos destinados ao consumo das equipes que trabalham em eventos da Fundação.

Na relação dos alimentos a prefeitura listou marmitex, lanches, coquetel, buffet self service, tudo de maneira genérica, sem especificar quais ingredientes para cada uma das refeições. Curiosa também é a falta de informação sobre a duração desse contrato ou a descrição dos eventos. Com isso, fica uma lacuna que impede uma conferência ou uma acareação sobre o custo-benefício do desembolso.


O comerciante Joberto de Souza, um dos críticos mais assíduos do governo de Iunes, disse, em tom de ironia, que a prefeitura contratou uma padaria por R$ 700 mil para “atender seu camarote no São João com salgadinhos e petiscos”. Para ele, esta é mais uma das intervenções feitas com dinheiro publico que exigem esclarecimento completo e detalhado por parte do gestor.  

A Malo Alimentação e Serviços é o nome social da Padaria da Cabral, um antigo e tradicional estabelecimento comercial da cidade. Seus registros comerciais indicam as especialidades, entre as quais serviços de alimentação para eventos e recepções, bufê, fornecimento de refeições para empresas e produtos de panificação industrial.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews