Tero Queiroz | 8 de Fevereiro de 2018 - 10h44

Torcedor do Operário é preso ao disparar rojão no banco do adversário em partida no Morenão

Ele vai responder por promover tumulto e incitar a violência

O torcedor do Operário, Sidney Antunes de Campos, 36 anos, foi preso após disparar rojão no banco reserva do time adversário, no Estádio Morenão, em Campo Grande. O caso aconteceu por volta das 21h de ontem, quarta-feira (7), durante a partida entre Operário e Cuiabá - jogo de estreia pela Copa Verde.

Conforme boletim de ocorrência, a Polícia Militar fazia rondas na arquibancada, quando flagrou Sidney disparando rojões em direção ao banco de reservas do time de Cuiabá. A equipe policial, então, o abordou e durante revistas foram encontrados mais dois rojões escondidos no bolso da bermuda dele.

Questionado sobre a situação, o torcedor confessou que disparou os rojões com a intenção de apenas 'brincar'. Porém, o caso configura crime, previsto no Estatuto do Torcedor. Sidney foi preso em flagrante e levado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. Ele vai responder por promover tumulto e incitar a violência.

Jogo 

O Operário venceu o Cuiabá (MT) por 1 a 0. Em 10 anos, essa é a primeira vitória do time de Mato Grosso do Sul em competição nacional. O duelo também marcou o retorno dos torcedores ao Estádio Morenão. Os jogos eram realizados sem a venda de ingressos, pois o MPE (Ministério Público Estadual) havia recomendado o veto em razão da falta de laudos complementares em relação a estrutura do estádio.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews