GLAUCEA VACCARI | 5 de dezembro de 2018 - 15h34

Filho é condenado por contratar mulher para matar a mãe queimada

Rapaz se irritou quando a mãe reclamou do som alto que ele ouvia

Renato Rosa Gomes, 27 anos, foi condenado a 10 anos e seis meses de prisão por contratar uma mulher para matar sua própria mãe, após a mesma reclamar do som alto que ele ouvia. Crime aconteceu em 2015, em Maracaju.

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), a vítima era constantemente ameaçada de morte pelo filho e, no dia do crime, ele ficou com raiva após ela reclamar do som e pagou duas porções de droga para Aparecida Farias de Souza, de 31 anos, matar sua mãe.

A mulher contratada aterou fogo na vítima, na presença do acusado, que ainda ficou assistindo a mãe agonizar por meia hora, sem chamar por socorro. Vítima sofreu diversas queimaduras pelo corpo, mas sobreviveu.

Além do filho, condenado por tentativa de homicídio qualificado por motivo torpe, mediante paga, emprego de fogo, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, Aparecida também foi condenada a 7 anos e seis meses de prisão por tentativa de homicídio qualificado pela promessa de recompensa, uso de fogo e circunbstâncias que dificultaram a defesa da vítima.

Ambos devem cumprir pena em regime inicial fechado,

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews