Tero Queiroz | 13 de Fevereiro de 2018 - 09h15

Agesul se defende dizendo que motorista ignorou sinalização por isso caiu em cratera

"O passageiro e dez bois morreram, o motorista ficou gravemente ferido"

Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul), responsável pela manutenção das rodovias estaduais de Mato Grosso do Sul, informou que o local da cratera na MS-475, em Novo Horizonte do Sul, está bem sinalizado e o acidente que matou o passageiro de 18 anos de um caminhão na noite de domingo (11) poderia ser evitado.

Segundo a assessoria, a regional da Agesul explicou que o motorista na volta para Novo Horizonte do Zul teria desconsiderado a sinalização e passado ao lado, na faixa de terra, usada para auxiliar na sinalização e indicar que no local está proibido a passagem de veículos.

O motorista de 23 anos ficou gravemente ferido e foi encaminhado para um hospital de Ivinhema. O passageiro morreu no hospital. A cratera foi aberta em 18 de janeiro deste ano por causa das chuvas. Os 10 bovinos transportados pelo veículo também morreram.

Desvio foi criado para escoar produção agrícola depois da cratera na MS-475. Foto: Agesul/Divulgação

A assessoria ainda informou que as obras de recuperação desse trecho devem começar ainda nesta semana, quando a chuva der uma trégua. A população deve evitar passar pelo local. Para isso, foi construído um desvio.

 
Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews